Clean desk

Thiago Lima
6 min readApr 4, 2021

Mesa limpa. Programadores amigos meus, vão associar o título ao clean code. Com certeza, me inspirei no termo. Me importa muito esse link, porém, o que irei tratar não se limita apenas a programadores, mas a qualquer profissional que trabalhe home office, ou por causa da pandemia ou porque já trabalhavam e continuarão assim.

Não será meu intuito tratar de ferramentas de software de comunicação e nem de processos de organização remotos, mas de nossa mesa de trabalho. Falaremos da minha e da sua workspace e do local onde você se senta para trabalhar 8 horas por dia. Tentarei ser o mais pragmático possível. Evitarei impor os meus gostos pessoais e defenderei apenas aquilo que acredito que seja bom de forma genérica.

Bagunça nunca mais.

Sabe aquela caneta que você vê todo dia na mesa, mas no dia que você mais precisa, ela some? Parece até que ela sentiu que seria solicitada e criou pernas para se esconder. Esse fenômeno acontece porque sua desk ou mesa de trabalho está desorganizada. Você não determinou um lugar específico para elas. Também não adianta empurrar tudo numa gaveta e acreditar que estará fácil, porque afinal, está tudo ali. Isso seria como mover a bagunça da mesa para dentro da gaveta.

É preciso um trabalho analítico para categorizar as coisas e separá-las por tipo. Você não deve misturar, por exemplo, memória ram, parafusadeira e pincel de quadro branco no mesmo contêiner, porque isso seria bagunça. Vou chamar de contêiner qualquer divisão, que pode ser uma caixa, uma gaveta, um porta treco, etc. No caso a memória ram poderia ser categorizada como sobra de material eletrônico, então podemos juntar com um drive de DVD, um mouse antigo e um disco rígido. A parafusadeira, se não faz parte de seu arcabouço de trabalho, deveria ser distanciada, ou se você trabalha com ela, pode se juntar a um ferro de solda, chaves e multímetros no mesmo contêiner. O pincel de quadro branco poderia estar junto do apagador, canetas, lápis, borrachas. São inúmeras as possibilidades para classificar seus objetos.

Mantenha coisas que você usa muito, bem perto de onde se senta e afaste essas coisas na proporção que for ficando menos importante para o seu trabalho. Por exemplo, o teclado e mouse ficam basicamente embaixo das minhas mãos. O monitor principal fica próximo o suficiente, para que eu visualize bem sem prejudicar minha visão, já o secundário fica de lado. A minha caneca de café, fica próximo para que não precise, me esforçar muito para alcançar. Eu tenho um porta treco onde eu classifico coisa de média importância, que não uso sempre, como canetas, lápis, pincel de quadro branco e pendrives. Ele fica próximo, mas já preciso me esticar para pegar. Já coisas que não uso muito no trabalho ficam fora da minha mesa, como livros técnicos, eletrônicos de sobras de upgrade e ferramentas para upgrade.

Então a nossa organização pode ser classificada por dois tipos..

  1. Classificação por categoria.
  2. Classificação por importância de uso.

Com isso você já terá um ambiente organizado, depois é só manter tudo do jeito que está ou se alterar a organização, faça consciente.

Higiene é saudável

Mantenha seu ambiente higienizado. Faça a limpeza periódica do chão, mesa, cadeira e equipamentos. Não deixe seu teclado cheio de resto de comida e gordura. Pesquise como limpar esses equipamentos. O monitor não deve ter marcas de dedo engordurado e nem estar empoeirado. Deixe o local limpo e cheiroso. Use desodorante de ambiente se preciso..

É importante escolher um local que tenha janela, que esteja sempre arejado e para não proliferar fungos e bactérias. Passar 8 horas trabalhando em um local contaminado pode te deixar doente.

A higiene deve se estender para nós mesmos. Pelo fato de estarmos em casa, a vontade, é fácil nos esquecemos de tomar banho e escovar os dentes. E se você morar num lugar quente como eu e não tiver ar condicionado, é bem possível que você venha a suar bastante e acumule bactérias e fungos, tornando seu ambiente de trabalho um lugar contaminado. Por tanto, a higiene pessoal é importante para manter sua mesa limpa.

Poluição sonora

Nem sempre é fácil ou possível a todos se livrar da poluição sonora. Quase sempre elas vêm de forças externas, principalmente para quem mora em grandes centros. É o carro do som vendendo banana, é o carrinho do sorvete, é o cachorro, é o funk do vizinho e às vezes as crianças em nossa própria casa.

Talvez você não consiga eliminar totalmente esses ruídos que atrapalham suas atividades diárias, mas você pode conseguir reduzi-las. Comece conversando com as pessoas de dentro da sua própria casa. Ensine seus filhos que no horário de trabalho, deve haver silêncio. Se for possível, converse com o vizinho para baixar o som. Nem todos tem orçamento, mas se tiver revista seu ambiente com abafador de som.

Se o barulho vem pela porta, feche a porta e abra a janela, se vem da janela, feche a janela e abra a porta. Não feche os dois para não abafar.

Uma alternativa é por uma música que você gosta no fone de ouvido. Tem uns tipos de fone que vedam bem o barulho externo.

É importante manter sua mesa limpa de barulho.

Iluminação do ambiente

A iluminação é outro fator que pode poluir ou limpar sua mesa. Uma iluminação ruim pode deixar seu dia desagradável. Cuide da iluminação do ambiente.

O ambiente deve estar bem iluminado e isso não significa luz intensa. Uma luz muito forte também é desagradável. Tente deixar na medida que se sentir confortável.

A luz natural durante o dia é muito importante. Não sou entendedor de saúde, mas já li em algum lugar, sobre os benefícios da luz natural em relação aos nossos hormônios. Ela pode nos ajudar a regular o nosso sono e consequentemente a sensação de cansaço.

Com que roupa, eu vou?

Uma das vantagens de se trabalhar home office é poder usar roupas de casa, que sejam mais confortáveis. Você pode usar short, aquela blusa velhinha ou do seu time de futebol favorito e também alguns trabalham sem blusa, por acharem mais confortável.

A forma como você se veste não interfere na limpeza da sua mesa. Desde que estejam limpas e confortáveis.

A única observação que faço é que, quando trabalhamos em home office, muitas vezes temos reuniões online em vídeo conferência. Talvez não seja prudente apresentar-se com a blusa do time ou aquela velhinha que tem um furinho ou mesmo sem blusa. Deixe sempre uma camisa menos informal numa cruzeta, ao seu alcance.

Decoração

A decoração não é obrigatória, mas algo que tem sua relevância devido a estética da sua mesa.

Vasinho de planta, bonequinhos, canecas personalizadas, quadros, placas, tudo isso pode deixar o ambiente mais divertido e alegre. Talvez você seja como eu, goste de um ambiente mais descontraído e se isso torna sua jornada mais prazerosa, então é uma melhoria que vale a pena.

Não se endivide

A ideia do clean desk, é que você tenha um lugar agradável para passar horas do seu dia. Isso não significa ter altos gastos e se endividar. Claro que melhorias tem custo. Mas eles podem ser gradual e ordenados por importância. Ao mesmo tempo, não devemos nos negar estar em um ambiente ruim para economizar. Por exemplo, ficar usando uma cadeira toda quebrada e rasgada pra não ter que gastar, pode não ser uma boa decisão, mas também não precisa começar comprando uma cadeira muito cara e ficar sufocado em dívidas.

Seja prudente nas compras. Administre os recursos de forma coesa.

Conclusão

Clean desk pode se tornar uma cultura na sua vida e melhorar o ambiente em que você trabalha. Não quero com isso, gerar paranóia, mas incentivar uma mentalidade mais salutar. Os pontos citados são apenas aquilo que eu acredito que seja bom, mas você pode adicionar ou remover coisas que você acha que não faz tanto sentido para você.

--

--

Thiago Lima

Hello! I’m Thiago Lima, I’m maried, I have a son named Isaac. I’m software engineer and I programming in Ruby on Rails.